Curso de Voo por Instrumento - IFR

Para esse tipo de instrução, serão utilizadas as aeronaves e o simulador de voo , onde o aluno aprende a se localizar no espaço aéreo utilizando como referência apenas os equipamentos de bordo, os instrumentos e o auxílio-rádio em terra.  O Simulador é composto de uma cabine que reproduz um monomotor ou Bi-Motor, com todos os seus instrumentos, equipamentos de navegação e por uma mesa de plotagem, onde ficam registradas as manobras realizadas pelo aluno.

O curso dura em média 30 horas, que consta de manobras básicas, procedimentos de subida e descida por instrumentos e navegação. Através do treinamento nos simuladores, o aluno irá aprender as técnicas que depois irá utilizar em voos reais (NDB, VOR, ILS, RNAV, Arco DME). Com segurança, o aluno poderá tirar todas as suas dúvidas, dominando completamente as técnicas e trabalhando seus pontos fracos em situações de voo simulado e, portanto, livre de riscos.

O Curso de Voo por Instrumentos – IFR é recomendado a todos os pilotos, mesmo aqueles que não pretendem obter a licença para Voo IFR. Após a conclusão do treinamento nos simuladores de voo, o aluno está apto a prosseguir seu treinamento em voo real, também oferecido pela Golden Wings.

O programa de Simulador IFR da Golden Wings vale 10 horas de Voo real.

Homologado pela ANAC PORTARIA Nº 726/SSO 17 de Maio 2010.


Valores:

30 Horas no Simulador         R$  3000,00
Hora de Voo IFR no P28A       R$   599,00
Apostila IFR                         R$   100,00 

A Escola Golden Wings dispõe de um simulador de voo – Elite PI135 (PC-ATD), Homologado pela ANAC. É utilizado para treinamento de voo por instrumentos (IFR). Para sua utilização o piloto deverá possuir a licença de Piloto Privado e estar cursando ou ter concluído o curso teórico de Voo por Instrumentos. O Curso de piloto por instrumentos habilita o aluno a pilotar uma aeronave sem as referências visuais externas, aprendendo a voar apenas através dos instrumentos de voo, como também a radionavegar, interpretar cartas de voo e utilizar os padrões radiotelefônicos para comunicações necessárias com os órgãos de controle de tráfego aéreo.